Academia esportiva motiva colaboradores

Quando se fala em benefícios ao funcionário, a maioria das pessoas pensa em vale-refeição, transporte ou plano de saúde. Com a proposta de mudar esse conceito e apostar no bem-estar dos colaboradores, a Difalux foi além dos itens básicos e inaugurou neste ano um centro de treinamento e descanso, o Fitness Center.

O espaço é uma academia que oferece aparelhos de musculação, aeróbios e sala para repouso. Para ter certeza de que todos os profissionais estão treinando de forma correta e segura, a empresa também contratou um personal trainer, que além de elaborar treinos individuais, ainda orienta na execução dos exercícios, faz avaliações físicas mensais a fim de avaliar os níveis de gordura corporal.

Segundo Fábio Gonzaga, CEO e idealizador do projeto, a Difalux Fitness Center é uma academia gratuita, exclusiva e está disponível para todos os colaboradores, em horários variados. Investir em qualidade de vida é uma ação que traz bons resultados, não só em relação ao engajamento dos funcionários, atração e retenção de talentos, mas principalmente em saúde;, afirma.

A preocupação da empresa surgiu a partir de uma pesquisa do Ministério da Saúde, de 2017, a qual apontou que 53% dos brasileiros estão acima do peso e 45,8% não praticam exercícios físicos suficientes.. O desequilíbrio desses fatores colabora para o aumento de uma série de patologias crônicas como diabetes, hipertensão, doenças cardiovasculares e muitas outras. Além disso, indivíduos sedentários são mais suscetíveis a um alto nível de estresse, irritação, mau humor, exaustão física e mental, e em casos mais graves, a depressão;, explica Alexandre Bento Personal Trainer responsável pela Difalux Fitness Center.

A academia no local de trabalho ameniza a correria do dia a dia e permite que as pessoas tenham mais tempo para investir em atividades físicas e na própria saúde. A distância, dificuldade de deslocamento e até mesmo o comodismo, deixam de ser fatores que influenciam na decisão de praticar exercícios regularmente…

Por: Alexandre Bento